Técnica Do Barbante

Barbante

Verificação: Trabalhar o comportamento nas relações sociais. Sugere trabalho em equipe, planejamento, cooperação, ajuda mútua, paciência, descontração e carícia.

Objetivos Propostos: Relacionamento interpessoal; Foco no resultado; Cooperação.

Material para a dinâmica: Um pedaço de barbante

Duração aproximada: Oitenta centímetros de barbante para cada participante.

Número de Pessoas: Mínimo de 10 pessoas.

Instruções:

1 – Cada participante dá um nó nas pontas do seu barbante. Os nós devem ter mobilidade (são nós do tipo de rabiola de pipa).

2 – Formam-se duplas.

3 – Um dos pares coloca um punho em cada nó.

4 – O outro par coloca um dos punhos em um dos nós do seu barbante.

5 – Passa a outra ponta do barbante por baixo do barbante atado nos punhos de seu par.

6 – Coloca o outro punho no nó da ponta que está solta.

7 – Os pares ficarão presos.

8 – O desafio consiste em se soltarem um do outro sem desfazer os nós dos punhos e sem arrebentar o barbante.

Como se soltar:

1 – Um dos pares corre o seu barbante até um dos nós de seu parceiro.

2 – Passa o próprio barbante por dentro do nó do punho do seu parceiro fazendo uma laçada.

3 – O parceiro passa então a própria mão por dentro desta laçada.

4 – Os pares estão soltos.

Observações:

Pode-se fazer o comentário a seguir e incentivar a discussão no grupo.

1 – A relação é uma via de duas mãos. A minha ação provoca/direciona/sugere a reação do outro (com quem me relaciono). Autoritarismo/submissão.

Quando há uma mudança na ação de um dos envolvidos há, automaticamente, uma mudança na reação do outro. É como um efeito em cadeia. Eu só me liberto do outro a partir do momento em que possibilito que o outro se liberte de mim.